Tá Contratado – Notícias e Novidades

Homem apontado como ‘CEO das Cobranças’ da milícia do Zinho é preso pela Polícia Civil


Esquema de cobrança era sofisticado, com uma conta bancária específica para receber pagamentos via Pix de comerciantes e donos de estabelecimentos comerciais

Divulgação/Polícia CivilJonathas Medeiros
Jonathas Medeiros, conhecido como Pássaro ou Pardal, coletava taxas impostas pela milícia na zona oeste do Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu um homem suspeito de ser o responsável pelas cobranças da maior milícia do Estado, comandada por Luiz Antônio da Silva Braga, conhecido como Zinho. O suspeito, Jonathas Medeiros, vulgarmente chamado de Pássaro ou Pardal, era o encarregado de coletar diversas taxas impostas pela milícia na zona oeste do Rio de Janeiro. Essas taxas incluíam cobranças para serviços como fornecimento de gás, água, transporte alternativo, coleta de lixo e segurança. O esquema de cobrança era sofisticado, com uma conta bancária específica para receber pagamentos via Pix de comerciantes e donos de estabelecimentos comerciais. Estima-se que a milícia de Zinho movimente mais de R$ 130 milhões anualmente. Zinho, o líder da milícia, está atualmente em um presídio federal fora do Rio de Janeiro, após se entregar à Superintendência da Polícia Federal na véspera do Natal do ano passado.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga





Fonte: Jovem Pan

Tagged:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts